Telefone:

284 858 234

Morada:

Rua Luís de Camões nº 33

Tradições

Jordão

 

 

 

 

 

 

 


Pias é a única localidade no país que mantém esta tradição viva. O Jordão é feito numa casa com cerca de vinte metros quadrados aproximadamente. A casa é forrada de folhas de faias e o chão forrado a tábua. O altar é revestido a alecrim e erva-cidreira, obrigatoriamente com murta e uma cana verde. Na frente, altar, é colocada a imagem de Sº João Baptista e um lago improvisado onde as crianças e os adultos molham as mãos para salpicarem as suas próprias cabeças, molhar a testa. Na mesa do lado, está o candeeiro de cobre, iluminado com azeite, um mealheiro e as velas oferecidas pelos visitantes. A montagem do Jordão obedecia a uma crença, que era um meio de pagamento de promessas. Estas eram feitas no tempo da guerra colonial, se os seus filhos voltassem e com saúde dessa mesma guerra. Há mais de cem anos de conhecimento da tradição, que em Pias se cumpre a realização do “Jordão”. As quadras cantadas no Jordão, mantém-se até ao Sº Pedro, cantadas por grupos que visitam os Jordões existentes na vila. Por fim uma quadra/missa em acção de graças a Sº João Baptista, para agradecimento da promessa. “Ó baptista, ó Baptista, / Não te esqueças! / Que este Jordão foi armado /Para pagar uma promessa”.

Santos Populares

Na quadra dos Santos Populares que vão do Santo António ao São Pedro é costume na nossa terra fazerem-se os Mastros, que se realizam entre os dias 13, 24 e 29 de Junho.
Os mastros consistem numa decoração de um espaço livre, com 5 mastros, sendo 1 no meio.
Os mastros por sua vez são decorados com festão, balões e também alguma verdura.
No meio deste espaço é realizado um baile ao som de música popular costuma haver bebida e sardinha assada.
Também por altura dos santos populares, realizam-se na freguesia de Pias as Festas dos Jordões. Nestas festas de carácter religioso, aqueles que fizeram promessas ao longo do ano, recriam, nos seus lares, o rio Jordão, em homenagem ao S. João. Ao longo dos dias que a festa dura, os homens e as mulheres da terra percorrem as ruas, cantando em honra de S. João e visitando os Jordões que foram feitos.